Pescaria em Serra da Mesa

de 12 à 14.02.2016

Olá Amigos (as)! Depois de muitos anos de nossa última pescaria em Serra da Mesa, já estávamos com saudade e dessa vez realizando um desejo antigo de pescar com um dos guias mais famosos do Brasil, Eribert Marquez vulgo “Maninho”, devido ao seu grande trabalho diferenciado o maninho tem uma agenda com pouquíssimas vagas. Há tempos tentávamos, mas por incompatibilidade de agenda nunca dava certo, até que em junho de 2015 conseguimos agendar uma data para Fevereiro de 2016.
Passado 8 meses de muita ansiedade,  chegou o tão esperado dia, saímos de São Paulo no dia 11 as 19h15 com destino a Brasília. Chegamos lá, alugamos um carro e por volta das 21h00 estávamos partindo para Niquelândia, onde passamos o restinho de noite no hotel Jatobá. No dia seguinte, logo pela manhã partimos para a pousada Vida de Peixe.
Chegando lá fomos recepcionados pelo Olahir um dos proprietários e pelo maninho. Fica aqui nosso agradecimento à pousada, pelo ótimo atendimento. A pousada conta com uma estrutura diferenciada (belíssimos quartos, piscina e refeitórios) além de um cardápio todo especial que foi preparado exclusivamente para nós.

A Represa de serra da mesa é uma das mais lindas que já pescamos, com belíssimas paisagens, muitas estruturas de pedras e também muitas serras.  Os peixes do lago são protegidos por lei, lá é praticada a cota ZERO, proibindo o abate e transporte dos peixes no estado.

Antes de começar a pescaria, gostaria também de deixar meu reconhecimento e agradecimento ao maninho, nesses 8 meses de espera minha esposa ficou grávida e estava com 3 meses no dia da pescaria, mas ela não queria perder a viagem por nada (fominha rsrs), pois há muito tempo queríamos realizar essa pescaria. Liguei para o Eribert e expliquei a situação e ele disse: Rodrigo, meu amigo, pode vir tranquilo que sua esposa terá tratamento VIP, pode ficar sossegado, e realmente ela teve um tratamento todo especial, mais do que VIP, foi impressionante, além de todo profissionalismo ele teve muito cuidado com ela, capricho nos mínimos detalhes, valeu maninho!! O problema é que a esposa agora ficou mal acostumada rsrs.
Você que pretende pescar com sua esposa ou filhos, pode ir tranquilo.
Além de todo cuidado com a esposa, ele também teve todo cuidado e dedicação comigo, profissional ao extremo e muito atencioso, conhece a represa com a palma da mão, sempre bem humorado, também é um grande piloto de embarcações de alta performance, como se não bastasse tudo isso ele ainda é um grande fotógrafo, as imagens da pescaria são de arrepiar e no final da pescaria o cliente recebe um dvd com todas as fotos e vídeos tops feitos por ele, isso mostra realmente todo trabalho diferenciado e porque sua agenda está sempre lotada. As imagens abaixo são todas creditadas ao maninho. Outro fator muito interessante de sua operação é que o maninho fornece para os clientes as varas da REDAI para pescaria e com isso o cliente não precisa ficar preocupado em levar tubo de varas na viagem.
O primeiro dia de pescaria combinamos de pescar por perto da pousada devido a longa viagem para que pudéssemos tirar um cochilo a tarde após o almoço, depois pescaríamos em lugares mais distantes. Na parte da manhã tivemos muita ação de peixes pequenos, nenhum que merecesse foto, mas já animou. Voltamos para o almoço e depois de comer muito rsrs, tiramos um pequeno cochilo e a tarde voltamos para água atrás dos Tucunarés.
A pescaria não estava fácil, um calor muito grande e as ações só melhoraram no final da tarde e depois de muita insistência aparece o primeiro Tucunaré.


FOTOS: ERIBERT MARQUEZ

E depois do primeiro, com o entardecer chegando as ações foram melhorando e os tucunas foram dando as caras.
Começa uma nova batalha, como estava focado na briga com o peixe acabei nem reparando que o maninho estava registrando o momento, achei muito bacana as fotos “desprevenido” e sou presenteado com um lindo azulão.

 
Depois de soltar o tucuna o maninho comenta comigo: Maninho esse era o macho, vamos voltar lá que tem grandes chances da parceira dele estar lá. Voltamos ao ponto, faço o arremesso exatamente no mesmo lugar da primeira captura, foram 2 toques de ponta de vara e vem o ataque. Nesse momento o maninho sai correndo igual louco deita no barco tentando encontrar os melhores ângulos para as fotos, e que fotos!

Espetáculo de saltos.

A partir desse dia percebemos que a maioria dos peixes estava em casal e na maioria das vezes conseguimos capturar os 2.
E a parte mais importante, de volta para vida. Pratique pesque e solte sempre!!

Coisa boa, ver o peixe voltando para água.

E agora a coisa começa a ficar boa

Ótima combinação (Shimano + Redai)

No final do dia coloco uma River2Sea Rover 128 e venho zarando em um bico de ilha, acho que fiz uns 30 arremessos nesse ponto e nada e já quase desistindo faço mais um arremesso e a 2 metros do barco explode um tucunaré, uma pancada que nos deu o maior susto, né maninho? Kkkkk

E lá se foi o primeiro dia.

A noite chegamos na pousada e a Elaine, esposa do maninho, estava lá e nos acompanhou no jantar com boas conversas e muitas risadas, ela é muito divertida.

2º dia de pescaria


Depois de um belíssimo café tomado, devo ter voltado com uns quilinhos a mais com certeza rsrs, partimos para a pescaria e quem abre os trabalhos é a futura mamãe rsrsrs

 Enquanto ela estava soltando o peixe eu arremesso a Sará Sará, levo uma pancada, o peixe corre para o fundo tomando muita linha e acaba se enroscando em um local que marcava 10 metros de profundidade na sonda do barco, começo perder as esperanças, mas o maninho pega uma mascara de mergulho e fala deixa comigo. Ele mergulhou uma vez e disse que o peixe ainda estava lá, faz um segundo mergulho volta e diz: recolhe rápido que tá vindo e já fico felizão de não ter perdido o peixe, era um belo tucuna com 58 cm. 

 

 

Parada para o almoço. Olha que estrutura TOP

Após o almoço as pancadas na superfície continuam

E o melhor ainda estava por vir. Após esse peixe fomos pescar em um ponto conhecido como grota azul e o tão sonhado 60UP (peixe com mais de 60 cm), depois de muito bater na trave apareceu, com uma porrada na superfície de tirar o fôlego, o peixe deu um salto e percebemos que era um gigante, enquanto o maninho gritava é 60UP, eu nem conseguia falar durante a briga, concentração total, muita emoção que só quem pesca sabe como é, era o sonho azul que estava ali. 

Eu capturei o macho, um lindo tucuna com exatos 62cm e pesando cerca de 4,5 Kg e a Re capturou a fêmea com 56 cm. Nas pescarias com maninho quando um peixe mede mais de 60 cm ele tira uma foto com uma bandeira 60UP. O peixe foi capturado com a isca Sará Sará 100 Nelson Nakamura.

E o grande troféu

Feliz Demais

Grande responsável pelo sucesso na pescaria e por encontrar os peixões e um novo grande amigo! Obrigadooo demais maninho, operação TOP.

E a pescaria continua

E para encerrar o dia mais um belo tucuna.

E assim foi nosso 2º dia.

3º dia de pesca


Logo pela manhã partimos para o ponto conhecido como muro de pedra, o peixe demora aparecer algumas porradas na superfície, mas apenas para espantar a isca até que achamos um cardume de pequenos tucunaré, no meio deles surge um mal criado e explode na isca.

Depois de soltá-lo, próximo ao lugar da captura, dei mais alguns arremessos e nada, até que arremesso perto de uma árvore, venho zarando e mais uma pancada na Sará Sará.


Pula não peixe rsrs.

E uma bela fêmea que mediu 58 cm.

Voltamos para a pousada para almoçar. À tarde saímos para pescar no sentido da serra negra e pegamos uma baita tempestade e graças ao barco de alta performance e às habilidades do maninho conseguimos passar por ela. Devido a tempestade fizemos um desvio e tentamos pescar em outro ponto, mas era uma ventania muito forte e acabou prejudicando muito a pescaria. Então o maninho comentou que tinha uns pontos abrigados perto da pousada e que poderíamos tentar pescar por lá. Partimos para lá e ainda conseguimos boas pancadas na superfície praticamente na frente da pousada vida de peixe.

E o último para fechar a pescaria

Fim de pescaria, muitas pancadas na superfície, muitos peixes e com sonhos realizados. Infelizmente o Eribert estará operando em serra da mesa somente até julho de 2016, mas não precisa ficar triste, pois ele está migrando sua operação para Barcelos, Amazônia, e o que já era bom, ficará ainda melhor. Desejamos muito sucesso ao Maninho e Elaine e esperamos encontrá-los por lá em breve.
Para mais informações sobre operação na Amazônia acesse www.eribermarquez.com.br
Gostaria de agradecer muito a Deus por mais uma belíssima pescaria, a minha esposa, grande companheira, mesmo com todas as adversidades fez o possível para estar ao meu lado, a pousada Vida de Peixe pelo belíssimo atendimento e principalmente ao grande guia Eribert Marquez e Elaine por todo carinho que tiveram conosco!!


Equipamentos:


Rodrigo
Vara black mamba 17 lb e carretilha metanium
Vara black mamba 17 lb e carretilha aldebaran 50 HG


Regiane
Vara black mamba 14 lb e carretilha curado 50
Vara black mamba 14 lb e carretilha choronarch c14


Linha
Triumph 30 LB


Snaps engate rápido do Glico de 40 LB


Iscas que tiveram mais ações
Sará Sará 110, Rover 2Sea 128, Biruta 110, Curisco 90 e rapala x-rap 10